Arquivo da tag: pararevendedoras

Como ganhar dinheiro extra com vendas

Administrar as finanças de uma casa não é nada fácil: contas pra pagar, imprevistos, coisas que precisa comprar… e dinheiro não é infinito.

Por isso eu decidi, desde 2010, trabalhar com vendas pra garantir um dinheiro extra e ajudar no orçamento de casa. Tem me ajudado muito.
Além disso, eu recomendo as vendas, porque te ajudam a desenvolver algumas habilidades comportamentais que hoje em dia são fundamentais: relacionamento interpessoal, poder de persuassão e organização, por exemplo.
Veja um passo-a-passo para quem quiser iniciar suas atividades (essas dicas são para quem quiser iniciar as vendas de produtos em paralelo à sua atividade profissional, mas com alguma adaptação serve para quem quiser trabalhar só com isso):
1. Identifique o público para quem você quer vender: lembre-se que essa é uma atividade paralela ao que você realiza. Por isso, pense nas pessoas com quem você já tem contato no dia-a-dia: amigos da faculdade, colegas de trabalho (se o seu trabalho permitir que você faça vendas lá dentro, o meu é muito tranquilo com relação a isso…), família, vizinhas…
2. Veja quantas horas por semana você quer se dedicar ao negócio, porque por mais que seja uma coisa simples, você precisa saber quanto tempo terá para anotar pedidos, pesquisar sobre produtos, fazer entregas etc.
3. Escolha os produtos com base no seu público e no tempo que você tem disponível. Eu indico produtos de beleza, lingeries e semi-joias (é o mais comum e também o mais prático). Veja também se não tem ninguém do seu círculo que já vende algum dos produtos que você escolheu, porque ela já terá os clientes cativos e, além da situação de oferecer para as mesmas pessoas ser bem chata, você ainda dificilmente vai conseguir conquistar o mesmo público.
4. Pesquise na internet sobre os produtos e fornecedores que você escolheu – entre no site da marca, procure como é o apoio às revendedoras, busque diferentes opiniões sobre o assunto.
5. Faça o cadastro nas lojas/sites que fornecem os produtos que você quer revender.
Procure conhecer o negócio – participe dos treinamentos oferecidos, pesquise em sites da internet dicas, visite sempre o site das lojas… isso vai te ajudar a ter mais argumentos para realizar as vendas
6. Planeje seu tempo disponível – você já sabe quanto tempo terá disponível e quais as tarefas mínimas que precisa realizar, mas você pensar em formas de aproveitar o seu tempo da melhor forma possível e potencializar suas vendas.
7. Planeje-se financeiramente, porque muitas vezes no início das atividades você precisa investir dinheiro. Além disso, você precisa se organizar caso queira vender parcelado ou deixar para pagar depois. Veja se tem dinheiro disponível para isso.
E quem tiver mais dicas, conte para nós. Será muito bem vinda.

Como usar a agenda

Já falei aqui sobre o método de gestão de tempo (tríade) que uso há praticamente um ano e meio. Quando conheci o método (e o site),  troquei a agenda de papel pela agenda eletrônica. Demorei um tempo para me desapegar, porque já tinha se tornado praticamente um ritual: todos os anos, no mês de outubro eu começava a pesquisar agendas: sessões, tamanho, capa… eu percorria todas as livrarias de campinas que eu conhecia… e ficava morrendo de orgulho quando encontrava A agenda que iria me acompanhar por um ano inteiro…

2012 foi o primeiro dos últimos 08 anos que não fiz o ritual de compra da agenda… Optei definitivamente pela agenda eletrônica pelo mesmo motivo que troquei meus 4 cadernos pelo tablet: praticidade e menos coisas para carregar na mochila (confesso: sinto falta disso tudo…). Mas tenho alguma experiência no assunto e, a pedido do Blog Lingerie, resolvi escrever algumas dicas sobre como usar sua agenda de papel. Já que estamos em clima de final de ano, vou aproveitar e dar dicas até sobre como escolher a sua de 2013:

Quando comprar a agenda

Na verdade, comprava a agenda no mês de outubro porque já queria começar a anotar vários compromissos e planos para o ano seguinte (que já não cabia mais na agenda atual). E geralmente a encontrava mais barata em outubro do que em dezembro. Não sei se é regra, mas foi minha percepção. Acredito que quanto antes comprar a agenda, melhor. Assim você consegue planejar seu ano o quanto antes.

O que levar em conta

Primeiro é o tamanho, apesar de as pequenas serem mais fáceis de carregar, nunca funcionava pra mim, porque anotava TUDO que se possa imaginar na agenda e, por isso, não cabia em folhas menores. Sempre optava por uma agenda média, de tamanho 14,5X20,5 geralmente. Veja o que atende melhor suas necessidades.

O ideal era que as agendas tivessem: uma folha por dia (inclusive aos finais de semana – porque tenho muita coisa pra fazer aos sábados e domingos), espaço para planejamento no início do mês, espaço para planejamento no início e no final (que eu usava para anotações de projetos/metas do ano seguinte ao da agenda). Não fazia questão que tivesse espaço para agenda telefônica porque nunca usei. Achava pouco prático anotar todos os meus contatos novamente no ano seguinte.

Isso é o que funcionava para mim. Mas antes de comprar sua agenda, anote tudo o que você usa ou gostaria de usar em uma agenda e procure uma que atenda às suas necessidades.

Dicas para uso no planejamento:

Anote na área de planejamento no início todos os seus projetos e metas para o ano – com uma breve descrição, se couber,  e o prazo para finalizá-los. Você pode escrever mais detalhes do seu projeto/meta em um caderno ou arquivo de computador. Se já tiver ideia de tarefas, já escreva nos dias que pretende realizar.

Você também pode escrever no início de cada mês: projetos/metas em execução e datas importantes, como aniversários e viagens. Assim, você terá uma visão geral do seu mês ao marcar algum compromisso ou colocar algumas tarefas que deverão ser realizadas.

Dicas para uso diário:

Durante os dias, anote na sua agenda tudo o que você precisa lembrar. Divida a página entre: tarefas, compromisso, contas a pagar/receber e pendências.

Não precisa dividir em 04 partes exatamente iguais porque em cada dia terá mais um que outro (geralmente tarefas sempre irá ocupar a maior parte).

É importante que você anote tudo o que você precisa na sua agenda, assim desocupa a cabeça e não corre o risco de se esquecer de nada.

Após anotar cada tarefa e compromisso, coloque na frente o tempo previsto para duração, assim você sabe quanto tempo do seu dia está comprometido com aquilo que você já se programou para fazer.

Dicas especiais para revendedoras Fascínio de Mulher:

Sempre ande com a agenda. Algumas pessoas aconselham que você use uma agenda só para a revenda, mas eu não, penso que quanto mais concentrar as informações, sempre melhor. Eu acho melhor identificar, em sua própria agenda pessoal,  suas anotações referentes à vendas, com uma caneta de cor diferente ou sombreando com uma caneta marca-texto, por exemplo.

Anote tudo referente às vendas, quando fez a compra do produto, o prazo para chegar, as visitas às clientes (como um compromisso), a tarefa de ligar para aquela pessoa. Em pendências, você pode anotar o prazo que aquela cliente tem para decidir se irá ou não ficar com o produto. No planejamento anual/mensal, verifique as datas comemorativas de cada trimestre e prepare seu estoque de acordo com a ocasião.

Eu sugiro que, junto com a agenda, você tenha um caderno, ou uma planilha em Excel, para anotar quanto gastou, quanto ganhou e fazer o planejamento financeiro de sua atividade.

Espero que minhas dicas tenham ajudado.

Pra falar a verdade, fiquei com muita vontade de voltar a usar agenda manual enquanto escrevia esse post… quem sabe… rs

Ah, e no blog Vida Organizada saiu esses dias um post sobre como usar a agenda, tomando como base o método de gerenciamento do tempo que ela usa, o GTD.  Vale a pena conferir. Aqui.