Arquivo da categoria: casa

A vida de quem mora no 3º andar… sem elevador!

Hoje faz exatamente 3 meses que saí do apartamento de Campinas. Pra comemorar e relembrar – com muito carinho – do “antigo” cafofo, resolvi publicar esse post que estava em rascunho…

Escrevi no ano passado, quando nem imaginava todas as mudanças que estavam por vir! (as coisas aconteceram meio rápido… rs)

Da vida de quem vive sem o elevador:

Esquecer coisas no carro é uma oportunidade de se exercitar;
Você conhece os hábitos alimentares dos vizinhos pelo olfato (é bom que já sabe pra quem pedir comida na hora da necessidade);
Entre o carro e a cozinha, dá pra decidir o cardápio, até mesmo da semana;
Economia no mercado é questão de sobrevivência;
O curso prático de logística é gratuito;
DR é um exercício de passatempo com o marido;
Aliás, você aprende a controlar o tom de voz ao conversar sobre qualquer assunto;
Chegar tarde em casa volta a ser motivo de dar passos de felinos;
Você tem tempo “de sobra” pra criar teorias de qualquer coisa;
Você exercita a criatividade: criatividade maior = menos tédio no caminho;
Dá pra chegar em casa até com um post pronto pro blog.

PS: agora moro no 5º andar, mas com elevador (as pernocas agradecem). Ainda faço reflexões filosóficas enquanto estou subindo e ainda não faço selfie no espelho 😛

Oi gente boa!

E aí pessoal,

tudo bem?

Volto novamente com a cara lambida e sem explicações…rs

Mas vamos às novidades!

1. Organizei, finalmente meu home office do jeito que eu gostaria! Agora ele vai ser de verdade meu espaço pra trabalhar em casa… já to quase colando o notebook na escrivaninha para não cair na tentação de ir trabalhar no quarto…

2. Por falar em notebook, não é que o dito cujo voltou a funcionar normalmente? Acho que ele queria um lugar pra chamar de seu… operação comprar novo notebook abortada até segunda ordem (dele, no caso). No entanto, se alguém estiver precisando comprar, achei opções boas da HP e da Samsung com um custo-benefício que me pareceram coerentes com a realidade de vida da classe-média-média…rs não posso atestar nada, já que não comprei… mas recomendo HP, vide meu notebook de 5 anos e 3 meses que ressurgiu das cinzas…

3. Fiz um planejamento para 2015… ficou bom, consegui finalmente escrever minha missão pessoal, mas ficou tão pessoal que não vou conseguir compartilhar… sorry…

Fiquei feliz com o resultado, porque é uma coisa que vai me guiar a vida mesmo sabe?

Vou compartilhar só uns trechos dela (parabéns pra quem escreve a missão pessoal em um parágrafo, no meu caso, ficou um texto enorme mesmo…).

Antes, bom explicar: sou cristã, frequento uma igreja evangélica e para mim essa é uma questão que afeta toda a minha vida e escolhas. Para a forma que eu vivencio minha fé, não tem como eu falar de missão de vida sem falar daquilo que me move para a vida que é minha fé em Deus. Por isso, os conceitos de vida cristã estão impregnados na minha missão pessoal. Agora, não acho que isso tenha que ser para todos os cristãos ou que só um cristão vai encontrar sua missão de vida… só é a minha experiência mesmo.

Outra coisa, só coloquei aqui áreas das quais falo mais no blog… mas coloquei muitas áreas da minha vida na missão pessoal. Na verdade todas que são importantes pra mim agora e num futuro próximo.

“Minha missão pessoal consiste em (…) ser uma pessoa que  reflete o cárater de Cristo.
Nas áreas da minha vida, minha missão pessoal é:
(…)Ser uma boa amiga: confiável, que sabe ouvir, boa conselheira, divertida e agradável. (…) Relacionar-me de forma amigável com todos e influenciar positivamente as demais pessoas.
(…) Realizar os trabalhos que me forem colocados na mão com toda a minha força. (…) Fazer o melhor e ajudar meus colegas a desenvolverem todo o seu potencial. Deixar um legado profissional e acadêmico pelos lugares que passar.
(…)Descobrir a melhor forma de fazer os serviços domésticos, cozinhar comidas (de verdade) boas e saudáveis e manter minha casa organizada, limpa e agradável. Ser hospitaleira.
(…) Ser uma pessoa equilibrada nas finanças. Viver com simplicidade mas de forma confortável para mim e minha família, sempre com uma folga no orçamento para emergências. Ser generosa. Viver em contentamento. Construir um patrimônio para dar conforto aos meus filhos quando chegarem à vida adulta. 
4. Pretendo dividir meus objetivos de 2015, já que uma das formas de alcançar os objetivos é se comprometer publicamente com eles… vamos usar o blog que anda meio mortinho né gente?
5. Uma amiga pediu para eu contar aqui como migrei do Neotriad para o GTD. Na verdade, como comecei a implementar o GTD na minha vida. Já queria falar sobre isso por aqui, mas achei que ia chover no molhado, mas sei que pelo menos uma pessoa eu posso ajudar…rs  Meu primeiro objetivo público: Prometo escrever uma série sobre o tema aqui no Blog.
Só não sei quando, nem como. Mas será em breve.

É isso,

Beijos e até a próxima!

Dicas de sites para cuidar da casa

Olá pessoas,

Tudo bem?

Esses dias uma colega de trabalho, recém-casada, estava contando que iria pela primeira vez passar as roupas em casa. Isso significava passar as camisas do marido, coisa meio chatinha de fazer. Eu falei pra ela que sempre que preciso passar uso como referências as dicas desse link aqui. Pra mim é, realmente, a forma mais prática!

Aproveitei e falei que, toda vez que preciso fazer uma coisa nova em casa, dou uma googlada, porque por mais que a gente já saiba fazer ou viu alguém fazendo, sempre inventaram um jeito mais prático ou eficiente pra fazer. Isso serve para tirar manchas de tapete, abrir lata de palmito (true story), cozinhar ovo (aliás, tem um vídeo da série O Chef e a Chata ensinando a fazer ovos que é ótimo. eu achei que já sabia fazer isso, mas não também hahahaha), trocar o chuveiro e a torneira… enfim, não há limites para o Google nos ajudar! hehehehe

Também falei que existem alguns blogs que vale a pena seguir, porque trazem dicas novas e soluções práticas que a gente nem pensaria em procurar.

Resolvi compartilhar com vocês também a lista dos blogs que passei para ela:

Recém casada: não é um blog que atualiza sempre (ó quem fala), mas indico porque foi o primeiro blog do tipo que comecei a seguir. Já seguia essa autora quando escrevia outro blog sobre planejar o casamento e quando ela anunciou esse, comecei a seguir também. Ela se casou alguns meses antes de mim! Pra quem é recém-casada mesmo, tem dicas muito úteis nos arquivos do blog.
Organize sem frescuras: Esse é bacana para ter inspiração para organização e decoração da casa.
Dona Perfeitinha: Também gosto desse, traz algumas dicas interessantes e bem pés no chão – praticidade e economia sempre!
Enfim Casada: Esse  é o que eu menos tiro dicas de todos, porque no geral as referências são diferentes da minha realidade. Mesmo assim gosto porque tem umas resenhas de produto que sempre acabam sendo úteis.
Talita Germano: não é um blog sobre cuidados da casa, mas tem dicas de cozinha, limpeza, economia doméstica… vale a pena conferir.
Vida Organizada: também não é um blog sobre organizar a casa, mas ela tem nos arquivos muitas dicas legais sobre como organizar a rotina de limpar a casa e ultimamente tem voltado a postar dicas sobre como aplicar o método Fly Lady.

Se quiserem indicar mais algum blog sobre o tema, ou tiverem um sobre qualquer assunto que queiram divulgar, postem aí nos comentários!

Beijos e até o próximo post!

Dica rápida da semana

essa semana eu “tô que tô”… férias chegando e eu querendo resolver tudo antes delas chegarem…

daí que na mesma semana eu estou finalizando todas as pendências do trabalho, revisando as metas do ano (pessoais e profissionais), fazendo o planejamento das férias (isso vai render post), tentando organizar a rotina (isso também rende outro post, essa coisa de querer acordar cedo ainda não está rolando como eu imaginava) e de repente surgem 5.000 trabalhos freela pra fazer e minha ganância força de vontade não me deixa falar não pra nenhum deles.

mas, uma coisa que resolvi é que não quero mais abandonar o blog, por isso dei uma passada agora só pra deixar uma dica rápida que está super funcionando pra mim.

quando está tudo acontecendo ao mesmo tempo agora não rola tempo pra estudar. pelo menos pra mim isso sempre vai pro final da lista. além disso, no geral gosto de aproveitar o máximo do meu tempo e não vejo muito sentido em dedicar toda a minha concentração e esforço mental na tarefa de varrer a casa e lavar a louça, por exemplo.

por isso, uma coisa que tenho feito já faz um tempo e achei que vale a pena é: me inscrevi em alguns canais do youtube que tem conteúdos que me interessam, em português (porque meu inglês é terrível e sem legenda não entendo 30% do que é falado) e, enquanto estou limpando a casa, fazendo janta etc. abro o youtube (uso o youtube para android nessas horas)  e o app já me indica as novidades dos canais que eu mais vejo e, pelos vídeos que acessei das últimas vezes, tem até vídeos de canais que eu não assinei com conteúdos semelhantes. daí deixo lá rolando e vou ouvindo enquanto vou fazendo minhas coisas, carrego o celular pra lá e pra cá.

também tenho procurado podcasts com assuntos que quero aprender e deixo separados justamente  para aproveitar esses momentos de puro trabalho braçal hehehe

na semana que vem estarei mais tranquila e quero escrever um post pra indicar os canais que eu tenho mais visto e alguns podcasts também

Beijos e até mais!

Tirando o pó do blog…

E passando só pra falar um oi…

Aproveito para dar uma super dica pra quem mora em Campinas. Mas antes, um “histórico”:

Tenho voltado a comprar no centro da cidade… quando era mais nova, só comprava coisas no centro, nunca (nunca messssmo) ia para o shopping. De uns tempos pra cá, os shoppings têm me atraído mais por causa da praticidade, mas pra falar a verdade, tenho meus “poréns” com shoppings: não são coerentes para o que eu acredito como modelo de cidade, são mais caros (algumas vezes não, mas sinto que na maior parte do tempo são sim…) e vejo menos diversidade do que encontro no centro da cidade, em todos os sentidos. E não sei se sou só eu (provavelmente seja), mas me sinto muito feliz no centro.

Por isso, tenho passeado novamente pelo centro para redescobrir as lojas (principalmente para comprar coisas pra casa – não que eu comprasse no shopping antes, mas comprava sempre nas mesmas lojas que ficavam no caminho do ponto de ônibus, agora estou procurando melhor).

Daí finalmente minha dica é uma loja que redescobri ontem… Chama Loja da Bia e tem mil coisas pra casa num preço bem camarada… comprei infinitas coisas pra casa ontem e não cheguei a gastar R$40.00 (por infinitas, leia-se: um capacho para a porta, um tapetinho para o banheiro, um conjunto de avental, pegador de panela e luvas que são lindos e combinandinhos, um cortador de pizza, um mini ralador e uma tesourinha). Achei baratinho. Tô viajando? rs

O endereço: Av Dr. Thomaz Alves, 87 Centro – é uma loja de esquina e tem muitas coisas, desde utilidades domésticas até itens super de decoração, vi quadros lindos lá!

Quem for lá conhecer, depois passa aqui pra me contar o que achou, blz?

 

Beijos e até mais.

 

 

A escolha do lugar para morar

Estamos de mudança novamente. Depois que casei, já é a terceira casa em vou morar (na verdade dessa vez é um ap) e pela experiência que adquiri com isso, gostaria de dar algumas dicas para escolher o melhor lugar (vou falar de casas para alugar, porque é nisso que tenho experiência…).

Pelas tentativas e erros das últimas vezes, estabelecemos alguns critérios que consideramos muito importantes na hora de tomar a decisão:

1. Localização – a região é atendida por bastante linhas de ônibus? fica fácil para ir trabalhar? tem farmácias, padarias, supermercados perto? é seguro?  Se você passa muito tempo em casa, ou trabalha no esquema home office, é silencioso o suficiente? Procure conhecer bem a região do imóvel que está alugando.

2. O preço está de acordo com o que você pode pagar? – antes de sair à procura, já estude o orçamento e estabeleça um teto para procurar. Os imóveis estão tão caros ultimamente que se você não tiver um parâmetro e não fizer muita pesquisa, vai acabar pagando muito além do que pode e até mesmo do que vale o imóvel.

3. Condições da casa – banheiros e cozinha estão bem arrumados? vai precisar de alguma reforma? tem infiltração? há armários embutidos? tem cupins?

Faça mais de uma visita – geralmente ficamos tão ansiosos que na primeira visita não percebemos alguns detalhes que fazem toda a diferença no dia. Na minha última casa, se eu tivesse avaliado um pouco melhor teria pedido mais algumas mudanças antes de entrar…

Vá acompanhada de pessoas que se sintam à vontade para dar palpites – novamente por causa da ansiedade ou da empolgação de encontrar o “imóvel dos sonhos”, você não vai perceber nem em 10 visitas alguns defeitinhos que depois podem dar dor de cabeça, por isso alguém de fora pode ver algumas coisas que nós não demos muita atenção… chame seus pais, irmãos, amigos próximos, aquela pessoa que não vai se sentir mal em te dar um “choque de realidade” se souber que é para o seu bem.

4. Se for apartamento ou casa em condomínio, como são as condições do prédio e a convivência entre vizinhos? Esses tempos atrás encontramos um apartamento recém reformado, com uma  localização que atendia o que a gente precisava (mas ficamos meio em dúvida com relação a linhas de ônibus e segurança da região) e o preço era dentro do planejado. mas… quando entramos no ap demos de cara com uma carta do condomínio falando sobre um problema com crianças do prédio que estavam quebrando vidros, riscando carros e até furando pneus… isso foi um fator decisivo para a gente não ficar com o apartamento…

5. Você se sente bem? – como você se sente no local quando vai visitá-lo? sabe aquela coisa de “sexto sentido”? você não se sente muito bem, mas não sabe explicar porque… pode ser que você esteja inconscientemente percebendo coisas que ainda não se deu conta. Fique atenta a isso!

6. Planeje o que irá precisar comprar – sempre que nos mudamos, precisamos adquirir novos móveis ou objetos de decoração e organização da casa. veja se você vai precisar de muita coisa e se pode arcar com essas despesas no momento. se não, vale a pena comprometer seu orçamento?

Pense bastante, pesquise (não fique só na internet, procure em classificados de sua cidade e pergunte para conhecidos se não sabem de um imóvel para alugar – achei o meu assim!), converse com outras pessoas a respeito da decisão e, se depois de tudo isso você avaliar que é uma boa oportunidade, vá em frente!

Nós fizemos um achado. Um apartamento novíssimo, com boa localização e o aluguel ainda é barato! Sempre há boas oportunidades se procurarmos bem.

Deixe a pia brilhando…

Domingo estava com muita preguiça de fazer qualquer coisa em casa, porque tive uma semana bem cansativa e porque era domingo…né?

Mas, ultimamente tenho tentado aprender o método flylad, que vi em alguns blogs que super funciona… não entendo algumas coisas porque o site é em inglês e não me animei pra entrar no grupo de emails brasileiro…então o jeito é tentar aprender inglês enquanto também aprendo o método…(e como sempre, o google best friend me ajuda com o tradutor…rs)

Enfim, uma das primeiras lições é que você deve sempre deixar sua pia brilhando, porque traz um efeito visual rápido e te anima pra fazer as outras coisas da casa…

E não é que deu certo? Comecei o serviço lavando a louça e limpando a pia e me empolguei tanto que fiquei até quase meia noite lavando roupas (inclusive algumas peças à mão).

Eu não tinha o costume de começar o serviço de casa lavando a louça, mas depois de domingo, vou pensar seriamente nessa possibilidade!

 

Editado: resolvi entrar no grupo de e-mails brasileiro e continuar recebendo os e-mails em inglês. No meu ap novo, vou começar a usar o método e depois conto como será!