A escolha do lugar para morar

Estamos de mudança novamente. Depois que casei, já é a terceira casa em vou morar (na verdade dessa vez é um ap) e pela experiência que adquiri com isso, gostaria de dar algumas dicas para escolher o melhor lugar (vou falar de casas para alugar, porque é nisso que tenho experiência…).

Pelas tentativas e erros das últimas vezes, estabelecemos alguns critérios que consideramos muito importantes na hora de tomar a decisão:

1. Localização – a região é atendida por bastante linhas de ônibus? fica fácil para ir trabalhar? tem farmácias, padarias, supermercados perto? é seguro?  Se você passa muito tempo em casa, ou trabalha no esquema home office, é silencioso o suficiente? Procure conhecer bem a região do imóvel que está alugando.

2. O preço está de acordo com o que você pode pagar? – antes de sair à procura, já estude o orçamento e estabeleça um teto para procurar. Os imóveis estão tão caros ultimamente que se você não tiver um parâmetro e não fizer muita pesquisa, vai acabar pagando muito além do que pode e até mesmo do que vale o imóvel.

3. Condições da casa – banheiros e cozinha estão bem arrumados? vai precisar de alguma reforma? tem infiltração? há armários embutidos? tem cupins?

Faça mais de uma visita – geralmente ficamos tão ansiosos que na primeira visita não percebemos alguns detalhes que fazem toda a diferença no dia. Na minha última casa, se eu tivesse avaliado um pouco melhor teria pedido mais algumas mudanças antes de entrar…

Vá acompanhada de pessoas que se sintam à vontade para dar palpites – novamente por causa da ansiedade ou da empolgação de encontrar o “imóvel dos sonhos”, você não vai perceber nem em 10 visitas alguns defeitinhos que depois podem dar dor de cabeça, por isso alguém de fora pode ver algumas coisas que nós não demos muita atenção… chame seus pais, irmãos, amigos próximos, aquela pessoa que não vai se sentir mal em te dar um “choque de realidade” se souber que é para o seu bem.

4. Se for apartamento ou casa em condomínio, como são as condições do prédio e a convivência entre vizinhos? Esses tempos atrás encontramos um apartamento recém reformado, com uma  localização que atendia o que a gente precisava (mas ficamos meio em dúvida com relação a linhas de ônibus e segurança da região) e o preço era dentro do planejado. mas… quando entramos no ap demos de cara com uma carta do condomínio falando sobre um problema com crianças do prédio que estavam quebrando vidros, riscando carros e até furando pneus… isso foi um fator decisivo para a gente não ficar com o apartamento…

5. Você se sente bem? – como você se sente no local quando vai visitá-lo? sabe aquela coisa de “sexto sentido”? você não se sente muito bem, mas não sabe explicar porque… pode ser que você esteja inconscientemente percebendo coisas que ainda não se deu conta. Fique atenta a isso!

6. Planeje o que irá precisar comprar – sempre que nos mudamos, precisamos adquirir novos móveis ou objetos de decoração e organização da casa. veja se você vai precisar de muita coisa e se pode arcar com essas despesas no momento. se não, vale a pena comprometer seu orçamento?

Pense bastante, pesquise (não fique só na internet, procure em classificados de sua cidade e pergunte para conhecidos se não sabem de um imóvel para alugar – achei o meu assim!), converse com outras pessoas a respeito da decisão e, se depois de tudo isso você avaliar que é uma boa oportunidade, vá em frente!

Nós fizemos um achado. Um apartamento novíssimo, com boa localização e o aluguel ainda é barato! Sempre há boas oportunidades se procurarmos bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s