Você precisa mesmo se preocupar tanto?

Essa semana foi uma loucura e não consegui escrever a tempo o post de sexta…

Tive que resolver uns problemas (administrativos) pessoais – só para constar, a burocracia atrasa a humanidade, humpf – tive apresentação de trabalho da pós e muitas (mas muitas mesmo) tarefas e compromissos no trabalho. Ainda ficou para o final de semana algumas questões administrativas para resolver e atividades de 3 projetos que faço fora do meu atual emprego.  Algumas dessas coisas estavam organizadas desde antes (como a entrega do trabalho já agendada), mas surgiram muitos imprevistos durante a semana, o que me deixou sobrecarregada.

Ufa! Quase surtei…rs

Como o post dessa semana era sobre bem estar e eu estava MESMO uma pilha de nervos, achei que era um pouco incoerente falar sobre bem estar nestas circunstâncias…

Então, ontem à tarde vi essa imagem, que até compartilhei no facebook:

Fonte: https://www.facebook.com/comunicadores.info

Realmente é muito simples, nós é que complicamos e ficamos desesperadas, sendo que é mais fácil se acalmar e pensar no que fazer a respeito do problema, se pudermos, ou simplesmente não se preocupar se a solução não estiver em nossas mãos.

Esta mensagem veio a calhar para mim e compartilhei para servir a outras pessoas também!

PS: sobrevivi à semana e tudo indica que sairei do final de semana também ilesa. Tenho certeza de que se eu tivesse ficado menos ansiosa, teria dado conta de tudo da mesma forma, mas com menos mal estar para mim mesma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s